Animais

Tigre Selvagem

O tigre selvagem tem mais de dois milhões de anos de existência no nosso planeta. Uma das espécies mais icônicas e populares do mundo, que enfrenta atualmente uma batalha em virtude da sua própria sobrevivência.

O número de tigres selvagens diminuiu cerca de 97% nos últimos cem anos, devido à destruição do habitat e principalmente, ao comércio ilegal de animais selvagens. No início do século 20, havia cerca de 150.000 tigres. Agora, menos de 3.900 permanecem em apenas 7% de seu habitat original em 9 países: Indonésia, Malásia, Bangladesh, Butão, China, Índia, Mianmar, Nepal, Rússia e Tailândia. Infelizmente, hoje existem mais tigres em cativeiro, do que na natureza.

Dos tigres que existem atualmente, derivam seis subespécies: O tigre Amur, tigre da Indochina, tigre Malaio, tigre de Sumatra, tigre de Bengala e o tigre do Sul da China (agora possivelmente extinto). As subespécies do Cáspio, do Balinês e do Javanês foram extintas nos últimos 70 anos.

Os tigres são os maiores da família dos felinos e dependem dos seus sentidos de visão e som, ao invés do olfato. Normalmente, eles caçam sozinhos e consomem até 40 Kg de carne, de cada vez.

A maior espécie de tigre é o Amur, sendo o Sumatra, o mais pequeno. Normalmente, as fêmeas dão à luz 2-3 filhotes a cada dois anos.

Como predadores Alfa, os tigres podem moldar o ecossistema em que vivem. Os habitats de cada tigre são normalmente grandes áreas geográficas, o que significa que, ao proteger o seu habitat, acabamos também por proteger o habitat de um grande número de outras espécies, bem como, as florestas que protegem a água e ajudam a mitigar as mudanças climáticas.

Contactos

Contactos

Morada

Quinta de São Sebastião
Estrada de S. Sebastião, nº9
2630-180 Arruda dos Vinhos

Redes Sociais
Telefone

+351 263 978 550