Animais

Lince-ibérico

Lince-ibérico, também conhecido por liberne, gato-cravo e lobo-cerval.
Lynx pardinus

Raro e exclusivo da Península Ibérica, o lince-ibérico é um dos felinos mais ameaçados do mundo e o carnívoro mais ameaçado da Europa, existindo menos de mil animais na natureza, a sua maioria em Espanha. Em Portugal, onde existe uma única mas muito importante população reprodutora em estado selvagem, no Vale do Guadiana, a espécie mantém-se Criticamente em Perigo. De médio porte, o lince-ibérico possui características muito particulares que o distinguem dos outros felinos. São elas os pêlos rígidos e negros em forma de pincel na extremidade das orelhas, a cauda curta com a extremidade negra e os longos pêlos brancos e pretos no focinho que se assemelham a barbas e que crescem com o avançar da idade.

A sua pelagem castanho-amarelada com manchas negras permite-lhe uma excelente camuflagem por entre a vegetação da paisagem Mediterrânica, onde vive, e cada indivíduo tem um padrão de pelagem único, que o permite distinguir de todos os outros da sua espécie.

Foram várias as causas que ao longo das últimas décadas levaram ao rápido declínio das populações de lince-ibérico. Mas o quase desaparecimento deste carismático felino deveu-se essencialmente à regressão da sua principal presa, o coelho-bravo, e à perda e deterioração do seu habitat. Atualmente em recuperação e expansão territorial, resultado da combinação de esforços de conservação in situ e de um programa de reprodução em cativeiro e reintrodução na natureza, a morte não natural por atropelamento junta-se às principais causas de mortalidade.

Contactos

Contactos

Morada

Quinta de São Sebastião
Estrada de S. Sebastião, nº9
2630-180 Arruda dos Vinhos

Redes Sociais
Telefone

+351 263 978 550